VEÍCULOS DE GRANDE PORTE UTILIZAM AVENIDA DE ACESSO A CIDADE COMO ESTACIONAMENTO E CAUSAM ESTRAGOS NA PAVIMENTAÇÃO DOS BAIRROS DE BARROSO

A Avenida Prefeito Genésio Graçano por muitos anos tem sido utilizada para estacionar caminhões e carretas.

Populares relatam momentos onde há uma grande concentração destes veículos em toda extensão da avenida, trazendo problemas de visibilidade a motoristas e transeuntes, além de promover a poluição visual do principal ponto de acesso da cidade.

A reportagem foi as ruas e conversou com o Sr. Sebastião Almeida, que tem o costume de passear pela via em sua bicicleta.

Sebastião diz que a situação incomoda e precisa ser discutida, fazendo um alerta sobre o risco de atropelamento ao passar próximo dos longos veículos. Ao mesmo tempo, ele ressalta a necessidade dos motoristas em parar no local, não havendo uma outra saída, cabendo a Prefeitura propor um acordo que ajude ambas as partes.

Um motorista na localidade, que preferiu não se identificar, o mesmo é autônomo e faz o uso da via para estacionar o seu caminhão. Relatando quando está na cidade, tem costume de deixar seu caminhão na própria avenida ou em algum posto de gasolina, mas enfatiza não haver pontos com capacidade de acomodar todos os caminhões, principalmente aqueles vindos de outras cidades. Ele ainda explica o motivo da utilização da via como sendo o ponto de acesso mais prático para quem pega ou deixa seu caminhão para descansar.

Aqueles condutores que não optam por deixar o seu transporte na Avenida, adentram os bairros da cidade, causando danos à pavimentação. Como é o caso da Rua Dona Ceci, no bairro Nova Barroso, o trecho é um dos caminhos onde há maior passagem destas conduções.

Wanderley da Silva é morador da localidade e falou sobre os impactos causados por veículos pesados que ali passam.

“Mesmo a Prefeitura vindo arrumar os buracos na rua, apenas tapando com terra, eu os avisei que outro iria aparecer por causa dos caminhões que aqui passam. Antigamente, próximo ao Parque de Exposições, tinha uma placa que impedia a passagem de veículos pesados. É preciso colocar a placa novamente, pois estão passando caminhões pesados, bitrem, ônibus o dia todo. Se continuar assim, não adiantará nada e buracos permanecerão.”, disse o morador, indignado.

Diante os apontamentos, a reportagem da Rádio Liberdade entrou em contato com o Poder Público que informou estar “viabilizando um estudo especializado e completo sobre o trânsito e tráfego do Município. Em relação aos caminhões que estacionam na avenida, o Governo Municipal reforçou que buscará o diálogo com empresas e caminhoneiros autônomos para resolver a questão da melhor maneira possível, de forma a beneficiar a todos.”.

Na oportunidade, a reportagem procurou o representante da classe dos caminhoneiros na Câmara de vereadores, Edson Buiú, a respeito do tema levantado. O edil informou por meio da resposta enviada na última terça-feira (28), estar conversando quase que diariamente com o poder executivo e autoridades da cidade para tentar resolver o impasse. No que diz respeito aos buracos citados na matéria, o vereador discorda que seja responsabilidade dos caminhões.

Compartilhe essa notícia!

Receba nossas Notícias

Preencha os campos abaixo para receber Notícias, Promoções e Dicas em primeira mão no seu WhatsApp e E-mail.
Ao pressionar o botão "Quero Receber", você confirma que leu nossa Política de Privacidade.