Tentativas de golpes pelo WhatsApp alertam barrosenses

O número de golpes e fraudes com Pix vem crescendo nos últimos meses e os criminosos se aproveitam da tecnologia para enganar seus alvos.

No caso do Pix, os golpistas recorrem à clonagem ou criação de um perfil falso, se passando pela pessoa ao criar uma conta no WhatsApp com seu nome e foto. Com isso, passam a pedir dinheiro para amigos e familiares, alegando que se trata de um novo número.

Nas redes sociais, barrosenses relataram sofrer a tentativa deste golpe.

“Infelizmente isso também aconteceu comigo há poucos dias (…). Mandaram mensagem para minha mãe se passando por mim, mas a minha mãe desconfiou pela forma que foi escrito ela viu que não era eu aí ela me ligou para me avisar que tinha alguém usando o meu número se passando por mim.”, disse uma internauta.

Outro cidadão faz um alerta para que outras pessoas não caiam na armadilha dos bandidos.

“Pessoal, tem um número se passando por mim e pedindo Pix no WhatsApp. […] Fiquem ligados aí e não transfiram nada, beleza? […] Avisem seus familiares. Compartilhem, por favor.”, manifestou.

Em entrevista à Rádio Liberdade FM, o comandante do 2º Pelotão da 190ª Cia em Barroso, Tenente Nascimento, informou que geralmente os infratores não são do nosso município, bem como do nosso Estado. O público alvo destes criminosos são em sua maioria pessoas de mais idade ou mais simples, devido à falta de discernimento acerca da veracidade da situação

Segundo o Tenente, o procedimento a ser seguido caso sofra uma tentativa ou venha a cair neste tipo de golpe é sempre procurar a Polícia Militar para que seja feito o Boletim de Ocorrência. Nele constará todos os dados, principalmente da conta que recebeu o valor. Também é importante acionar a Polícia Civil para realização das investigações e assim localizar o autor do crime.

 

Compartilhe essa notícia!

Receba nossas Notícias

Preencha os campos abaixo para receber Notícias, Promoções e Dicas em primeira mão no seu WhatsApp e E-mail.
Ao pressionar o botão "Quero Receber", você confirma que leu nossa Política de Privacidade.