Brasil apresenta queda da natalidade pelo 3º ano consecutivo

Pelo terceiro ano consecutivo, o Brasil apresentou queda da natalidade. Segundo o Ministério da Saúde, em 2021, foram 2,66 milhões de registros de nascimento no Sistema de Informações sobre nascidos vivos.

De acordo com o Painel de Monitoramento, o último aumento de nascimentos aconteceu em 2018. No ano passado, a Região Norte foi a única onde o número de nascimentos cresceu em relação ao ano anterior.

Os dados, que foram publicados nesta semana no Boletim Epidemiológico da Secretaria de Vigilância em Saúde, confirmam que o ano passado teve a menor quantidade de nascimentos desde, pelo menos, 1996, quando começou a série histórica disponível no site da pasta.

Entretanto, pelo terceiro ano seguido, também houve aumento no número de óbitos maternos. A quantidade de mortes notificadas saltou de mil e quinhentas em 2019 para mais de duas mil e oitocentas no ano passado. Do total de óbitos maternos em 2020, pelo menos 17% tiveram alguma associação com a pandemia de Covid-19.

Outro dado destacado pelo Boletim é que, nesses três anos, também aumentou a quantidade de mortes de mães por aborto. Após o registro da menor quantidade de óbitos relacionados ao aborto da série histórica, a notificação voltou a crescer.

Os dados, ainda preliminares, apontam que pelo menos 151 mulheres morreram por causas relacionadas ao aborto entre 2019 e o ano passado.

Foto: © Edu Kapps/SMS-Rio

Compartilhe essa notícia!

Receba nossas Notícias

Preencha os campos abaixo para receber Notícias, Promoções e Dicas em primeira mão no seu WhatsApp e E-mail.
Ao pressionar o botão "Quero Receber", você confirma que leu nossa Política de Privacidade.