Em cinco meses, Barroso tem 10 casos prováveis de dengue

Foi divulgado nesta quarta-feira (20), pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) um boletim epidemiológico sobre a incidência do Aedes aegypti nos municípios do Estado. Os dados levam em consideração o mês de janeiro até o último dia 16 de maio.

O informativo apontou 3.879 casos prováveis de dengue na Zona da Mata e Campo das Vertentes neste ano. Também foram contabilizados 128 casos prováveis de chikungunya e 21 de zika nos municípios da região. Não há registros de mortes por nenhuma das doenças nas localidades.

DENGUE

Barroso teve até o momento, segundo a lista da SES-MG, 10 casos prováveis de dengue neste ano. Barbacena, até o levantamento, tinha 8 casos prováveis e São João Del Rei tinha 110.

De acordo com o boletim, os casos prováveis de dengue foram registrados em 49 cidades, sendo que Cataguases lidera o ranking, seguida por Leopoldina com 1.667 e 572 notificações, respectivamente.

Conforme o informativo, não houve a confirmação de mortes por dengue na Zona da Mata e Vertentes.

CHIKUNGUNYA E ZIKA

Barroso segue sem nenhum caso confirmado ou provável de Chikungunya e Zika.

Compartilhe essa notícia!

Receba nossas Notícias

Preencha os campos abaixo para receber Notícias, Promoções e Dicas em primeira mão no seu WhatsApp e E-mail.
Ao pressionar o botão "Quero Receber", você confirma que leu nossa Política de Privacidade.