A importância do Rádio para o comércio e o acesso a informação

Neste sábado, 25 de setembro, é comemorado o Dia Nacional do Rádio, data que marca a importância deste meio de comunicação que atravessou gerações e manteve protagonismo nos dias atuais.

O alcance do rádio consegue atingir o público-alvo com confiança, eficácia, segurança e credibilidade, apresentando-se como uma ferramenta ideal para empresas anunciarem suas marcas, produtos e serviços.  

A reportagem da Rádio Liberdade FM conversou com a empresária Mara Lima, proprietária da loja Casa São Paulo, que falou sobre o que a motivou a anunciar no rádio. 

“O Rádio é um meio de comunicação tradicional que está consolidado há anos. Assim, divulgamos nossos produtos que chega a todos nossos amigos e clientes, por que em qualquer lugar sempre tem um radinho ligado, sem falar na credibilidade que este meio de comunicação possui” disse Mara. 

César Silveira, proprietário do Silveira Super Mais, uma das maiores redes de supermercados de Minas Gerais e que agora atende em Barroso, também nos conta o motivo pelo qual escolheu anunciar sua empresa no rádio. 

“A rádio tem uma importância enorme na divulgação, pois atinge uma grande variedade de público, de classes sociais, gêneros e idades. No carro, em casa, nas lojas, em qualquer lugar que nós vamos tem sempre um radinho ligado o que demonstra a força deste meio de comunicação. Independentemente dos novos meios de comunicação que surgem, a rádio se mantém forte em nosso cotidiano, e por isso é sempre uma das nossas principais escolhas para divulgação de ofertas e novidades em nosso supermercado” ressaltou César. 

Dentre as vantagens do rádio, destaca-se a agilidade em colocar um anúncio no ar em meio aos vários segmentos de sua programação, e ainda, permite o ouvinte fazer outras atividades simultaneamente. 

O rádio continua sendo um dos meios de comunicação mais populares do mundo, superando as gerações de streaming e redes sociais. Deise Ferreira, proprietária da loja D’Luigi, destaca como as redes sociais não substituiu o papel do rádio quando o assunto é promover o seu negócio. 

“Nenhum tipo de comunicação atinge cem por cento das pessoas, então não acredito que substitua. Acredito que quando um empresário decide divulgar sua empresa, sua marca, se ele quer atingir o maior número de pessoas, públicos diferentes, ele deve optar pelas redes sociais, pelos anúncios de rádio e vários outros meios de comunicação e divulgação. Acredito que um complementa o outro” destacou Deise.

Em entrevista, o diretor geral da Rádio Liberdade, Eduardo Campos, ressaltou os impactos positivos que o anúncio feito no rádio traz para a empresa anunciante. 

“O rádio é um meio de comunicação mais democrático e mais acessível. Está presente em todas as faixas etárias e classes sociais, o mesmo consegue chegar aonde outros veículos de comunicação não chegam. […] O rádio é fantástico, ele tem duas formas muito importantes que costumo dizer para aquele que anuncia, ele não só vende algo em seu estoque de forma rápida, mas também tem o outro lado que são os clientes em potencial que vão ouvir sua marca, saber o que você faz e seu serviço, solicitando posteriormente ou indicando a quem precisa. Então o rádio também tem essa vantagem, quem anuncia tem a chance de vender mais o seu produto e ainda manter sua marca em evidencia” disse Eduardo.

O diretor ainda explicou como é feita a contratação dos serviços da emissora e deu detalhes sobre a criação do anúncio. 

“A contratação é muito simples. Pode ser feita por prestadores de serviços com CPF ou CNPJ. Já para comércio, indústrias e afins é com CNPJ. Através dos dados como razão social ou nome completo, será feito o contrato e produzido o anúncio. Para criar o anúncio é simples, basta colocar o elemento que precisa ser abordado no texto, chamado “spot”. Este pode ser produzido pela pessoa ou pela rádio, depende do que a pessoa deseja ser gravado. Assim que feito e gravado, o anúncio vai para o ar” finalizou Edurdo.

99 de história do Rádio no Brasil

Neste sábado, 25 de setembro, é comemorado o Dia Nacional do Rádio. A primeira transmissão radiofônica no Brasil ocorreu em 1922, com o presidente Epitácio Pessoa, na Praia Vermelha (RJ), em comemoração ao centenário da Independência do Brasil.

Na ocasião, uma estação de rádio foi instalada no Corcovado, no Rio de Janeiro, para a veiculação de músicas e do discurso do então presidente Epitácio Pessoa. Hoje, mais de 9 mil emissoras operam em todo o território brasileiro.

A data lembra também o nascimento de Roquete Pinto, considerado o “Pai do Rádio Brasileiro”.

Compartilhe essa notícia!

Receba nossas Notícias

Preencha os campos abaixo para receber Notícias, Promoções e Dicas em primeira mão no seu WhatsApp e E-mail.
Ao pressionar o botão "Quero Receber", você confirma que leu nossa Política de Privacidade.