MÉDICOS DOS POSTOS DE ESF’S DE BARROSO SÃO COBRADOS POR POPULARES A RESPEITO DO NÃO CUMPRIMENTO DE CARGA HORÁRIA

Uma barrosense utilizou as redes sociais, através de um grupo de reclamação, para cobrar um possível não comparecimento de médico pediatra ao posto de Estratégia da Saúde da Família (ESF) do bairro da Praia para realizar o atendimento de praxe.

“É um absurdo o PSF do bairro da Praia está com um pediatra que recebe, mas não vem exercer seu trabalho. Ele já vem uma vez por mês, atende poucas crianças e ainda não vem no dia que é pra ele estar aqui trabalhando”, relatou a cidadã.

A reportagem da Rádio Liberdade FM foi às ruas e conversou com populares sobre o atendimento dos médicos em outros ESFs da cidade.

De acordo com a cidadã J. F. S., é comum os atrasos, estando ela acostumada. Ela explica que muitos deixam de chegar cedo no posto, pois sabem que o médico não chegará na hora marcada. A mesma ressalta que já é muito difícil arrumar vagas para atendimento devido ao agendamento de consultas, por isso permanecem no local aguardando para atendimento, mesmo estando insatisfeita.

A emissora foi informada que os atendimentos nas unidades de Estratégia da Saúde da Família são feitos por meio de um cronograma, uma espécie de agenda de escala para médicos, construída a partir de demanda programada e espontânea; visitas domiciliares; educação permanente; administrativo e grupos.

A pasta complementou dizendo haver 08 médicos distribuídos, com carga horária total de 40 horas semanais, em dias e turnos específicos para estarem no local realizando prevenção e promoção da saúde, visitas domiciliares, consultas, grupos operativos, atendimento na zona rural, programas como Corujão, Corujinha e receituário, lembrando que cada unidade possui sua própria agenda.

Mediante a casos de imprevistos com médicos, o setor administrativo é comunicado e os pacientes são remanejados para outros PSFs.

A emissora também questionou o Poder Público sobre o fato.

“Os postos da Estratégia da Saúde da Família (ESF) foram criados pelo Governo Federal com o intuito de auxiliar nos atendimentos de não urgência e pouca urgência do Protocolo de Manchester. Sendo assim é disponibilizado em cada ESF um médico da estratégia da Família como atendente de Clínica Geral. Atualmente, o profissional pediatra é oferecido em outro ponto da rede de saúde municipal. O Hospital oferece o serviço médico pediátrico diariamente, inclusive o serviço é comprado junto a instituição pela prefeitura de Barroso o que foi instituído no atual governo.

As regras profissionais estão dispostas na Portaria de Consolidação SAPS nº 01, de 2 de junho de 2021, bem como nas Portarias de Consolidação nº 02 e nº 06, de 2017.”, informou a pasta responsável.

MÉDICO BARROSENSE É NOTIFICADO EM DORES DE CAMPOS

Na cidade vizinha de Dores de Campos, um médico pediatra barrosense que atua na policlínica local, foi notificado pelo Prefeito por não cumprir a carga horária e também devido as faltas sem aviso prévio, causando transtornos nos atendimentos aos cidadãos dorenses.

A situação se agravou quando o profissional não compareceu para realizar atendimentos. E ainda, na data da notificação, o médico chegou à instituição às 11h30 para dar início ao atendimento, deixando os pacientes esperando desde às 7h.

O caso gerou indignação e repercutiu negativamente nas cidades de Dores, Barroso e região. De acordo com o canal que divulgou a notícia, o prefeito de Dores de Campos efetuou a notificação pessoalmente e não descartou a possibilidade de abrir um processo administrativo contra o clínico.

Imagem ilustrativa

Compartilhe essa notícia!

Receba nossas Notícias

Preencha os campos abaixo para receber Notícias, Promoções e Dicas em primeira mão no seu WhatsApp e E-mail.
Ao pressionar o botão "Quero Receber", você confirma que leu nossa Política de Privacidade.